Ferramenta moderna para Supermercados com interface gráfica e uso de mouse

Continuar com SAP ou avaliar outras opções?

Nos anos 90 as grandes empresas internacionais optaram por SAP como ferramenta padronizada para a gestão e o crescimento das organizações. Na época elas investiram quantidades absurdas de dinheiro para implementar o sistema. Somos em 2017, vale a pena continuar com SAP?

Quando conheceu o SAP R/3 e as outras versões como 4.6C, 4.7, ECC 5 e a versão ECC 6 entendem do que estou falando. Na época, não se falava em Saas: SAP era um produto e não um serviço. Mesmo assim a manutenção do ERP e o suporte eram cobrados separadamente, para resolver bugs e fazer com que o software continue funcionando.

Gestão para supermercados

O fato é hoje que as gerências de TI têm outras preocupações, como investir em ferramentas analíticas para entender melhor os comportamentos de seus clientes. A problemática Big Data entrou forte e não vai acabar tão cedo. Como consultor de ERP eu vi crescer o foco em transformações analíticas que seguiram várias empresas grandes, para continuar competitivas.

Mas como investir em novas atividades quando as operações contínuas (aquelas que tem como objetivo produzir o mesmo resultado repetidas vezes e não possuem um inicio e fim definidos) ocupam 90% de seu orçamento? Ao longo de muitos anos, a SAP parou aos poucos de melhorar seu sistema e começou a lançar novos produtos incluindo CRM, SRM e SCM para continuar crescendo. Enquanto isso a qualidade do suporte diminuia.

Em 2016 a SAP decidiu aumentar para 22% a taxa de manutenção para o Enterprise Support. Para os clientes que pagavam 17% até agora, foi muito ruim e houveram várias reclamações. Como muitos usuários da SAP criaram novas customizações ao longo do tempo, obviamente não suportadas pela SAP. Eu tinha mencionado isso no meu blog sobre ERP, parece a desculpa perfeita para justificar as ausências de suporte por parte da SAP. Realmente está admitido que 2/3 dos chamados são relativos ao código customizado, e não à base comum do ERP.

Na questão de suporte para versões antigas de seus softwares, a SAP está fazendo a mesma coisa que Microsoft: parar com o suporte. Dessa forma os usuários tem uma forte inclinação em comprar novas versões para se atualizar e continuar beneficiando do apoio das equipes SAP. O problema é que parece muito uma artimanha comercial, já que as últimas versões não são tão inovadores. É a chamada "evolução obrigatória". 😃

A evoluição do SAP ERP ECC 6 para o S4/HANA está sendo criticada. A atualização em si não é grande, o problema é que as bases de dados Oracle, Microsoft e IBM que estavam sendo usadas tem que ser trocadas. Tudo bom que o novo banco de dados é muito melhor, só que precisa reimplantar o software para efetuar essa migração. Outra coisa, todos os códigos customizados desenvolvidos pelos clientes SAP ao longo dos anos precisam ser reescritos, o que custa muito dinheiro. Precisa mesmo de uma base de dados mais rápida? Nem sempre, comparando com o custo adicional.

Quem oberse de perto o mercado, pode verificar que as empresas que usam um sistema SAP estão tendo problemas que não são mais suportados pela SAP. Os custos mensais cobrados pela SAP estão aumentando, com um suporte menos efetivo. Vale a pena continuar com SAP ou avaliar outras opções? That is the question. Temos 2017 inteiro para decidir! Qualquer dúvida, estou a disposição.

Dia 04 de janeiro de 2017

Permalink: 

>>>


Outra opção: ler notícias, consultar as perguntas frequentes, ver informações locais sobre Curitiba, procurar uma vaga de emprego de repositor, ler depoimentos, fazer seu cadastro na newsletter, conhecer meus parceiros, usar meu gerador de CNPJ, participar da feira Mercosuper 2017, saber mais sobre meu trabalho e sobre implantação de ERP.

Copyright © 2017 Michel Campillo, todos os direitos reservados